David Friedman e o mercado de leis

Na semana passada, David Friedman discursou em um evento sobre o mercado das leis, realizado em Washington D.C. pelo Cato Institute.

Friedman explicou um pouco de suas ideias para uma sociedade que preservasse a propriedade privada, sem contar com a existência de um governo para garanti-la - e como algumas instituições funcionariam nesse contexto.

Como ele lembra em sua fala, algumas dessas idéias são desenvolvidas no livro As Engrenagens da Liberdade, publicado em 1973.

Nesse evento, David Friedman dedica sua palestra à discussão de três pontos fundamentais: a economia do mercado de leis e as razões para acreditarmos que esse mercado produziria boas leis. As falhas que fatalmente encontraríamos nesse mercado. E uma questão levantada por James Buchanan, em sua crítica ao livro As Engrenagens da Liberdade, sobre a estabilidade do sistema imaginado pelo autor.

 

 

David Friedman também está no podcast diário do Cato Institute que foi ao ar na última terça-feira.

Entre outros temas, Friedman fala no podcast sobre como o livro Revolta na Lua [The Moon is a Harsh Mistress], de Robert Heinlein, fez com que ele deixasse de se ver como um liberal clássico e passasse a se ver como um anarquista – tendo sido, claro, criado por pais [Rose e Milton Friedman] que possuíam ideias próximas às dos liberais.

Portal Libertarianismo, junto com o Estudantes pela Liberdade, traduziu As Engrenagens da Liberdade e disponibiliza o livro para download gratuito.