Governo causa alta de preços na educação americana

Depois de ter começado a comentar os artigos do WSJ sobre educação, queria chamar a atenção para este parágrafo de um deles:

Ironicamente, os subsídios do governo estão na origem do problema [do aumento] da anuidade. A anuidade subiu três pontos percentuais a mais do que a inflação em todos os últimos 25 anos. Ao mesmo tempo, o governo federal deu mais e mais dinheiro para o crédito educativo e outros tipos de subsídios. O governo vai se tornando lentamente um subsidiário responsável pelas anuidades, com todas as distorções de preços que se esperaria. As universidades alegremente sobem o valor da anuidade (e os orçamentos), sabendo que o governo vai bancar. OBS: Traduzi "tuition" por "anuidade" porque as universidades americanas divulgam seus preços não em mensalidades, como as brasileiras, mas em anuidades.

Como obviamente alguém nas universidades ganha com isso, temos um caso de aliança perversa entre governo e interesses privados. Basta subir o preço: o governo vai subsidiar. Não há razão para cortar custos. Aqui no Brasil existe um slogan de esquerda: "educação não é mercadoria". Mas a impressão que eu tenho é que se a educação fosse tratada como mercadoria os seus "consumidores" estariam bem melhor.