Honduras: a balança de poderes em ação

Finalmente chega uma notícia um pouco animadora de Honduras. O Congresso hondurenho não apoiou a decisão de Roberto Micheletti de reprimir a imprensa, noticia o New York Times, e obrigou o presidente interino a voltar atrás no seu abuso do poder executivo. Isso significa que ainda funciona em Honduras a tripartição de poderes: um pilar dos estados democráticos que o deposto Manuel Zelaya planejava suprimir.