Busca

Resultado da busca

Será que os déficits governamentais salvaram o mundo?

Será que os déficits governamentais salvaram o mundo?

17 de Julho, 2014

Tudo é tão simples no mundo keynesiano. As pessoas gastam dinheiro e a economia vai bem. Porém, se as pessoas não gastarem como antes, então é a economia vai mal e precisa ser resgatada pelos...

Pirataria: um arrastão intelectual?

Pirataria: um arrastão intelectual?

11 de Julho, 2014

Coloque-se no papel de um executivo de Hollywood. Por décadas, os direitos autorais serviram muito bem à sua indústria. Você vendia produtos caros, os consumidores se enfileiravam calmamente para...

Liberalismo vago ou estrito

Liberalismo vago ou estrito

01 de Julho, 2014

Doutrinas políticas podem ser entendidas e interpretadas de diversas maneiras, mas, para sobreviver e prosperar, toda doutrina precisa de um elemento constante, irredutível, que represente sua...

O mercado

O mercado

30 de Junho, 2014

Pode-se ter um mercado em qualquer local desde que haja clientes e, caso estes venham a desaparecer, os vendedores vão a busca deles, tornando o processo de constituição de mercado dinâmico e...

A economia austríaca e o pensamento econômico

A economia austríaca e o pensamento econômico

24 de Junho, 2014

A economia austríaca moderna estruturou-se com base no valor e na fecundidade de certas ideias fundamentais da escola econômica austríaca anterior. Essas ideias foram formuladas na década de 1870...

As externalidades e o teorema de Coase

As externalidades e o teorema de Coase

19 de Junho, 2014

Em 1952, um economista chamado J. E. Meade publicou um ensaio no Economic Journal. Meade acreditava ter descoberto um fenômeno verdadeiramente novo, uma relação da externalidade tão intrincada que...

A corrupção é um efeito e não uma causa

A corrupção é um efeito e não uma causa

18 de Junho, 2014

A corrupção é, no meu ponto de vista, um efeito e não uma causa. É um efeito do alto custo da legalidade. Enquanto não a enxergarmos dessa forma, podemos encher a boca com fórmulas retóricas ou...

Vícios não são crimes: Uma vindicação da liberdade moral

Vícios não são crimes: Uma vindicação da liberdade moral

17 de Junho, 2014

Vícios são aqueles atos pelos quais um homem prejudica a si mesmo ou sua propriedade. Crimes são aqueles atos pelos quais um homem prejudica a pessoa ou a propriedade de outrem.