Busca

Resultado da busca

Só se desilude quem tem ilusões (parte 2)

Só se desilude quem tem ilusões (parte 2)

02 de Setembro, 2014

Para os liberais clássicos, o estado mínimo, está longe de ser uma vontade ou um desejo profundo, mas uma necessidade determinada pelo excesso da dimensão que ele atinge no mundo real. Vejamos,...

Só se ilude quem tem ilusões (parte 1)

Só se ilude quem tem ilusões (parte 1)

01 de Setembro, 2014

Iludir-se com a política é, contudo, um erro fatal, que deve ser evitado por quem partilha de uma visão liberal do mundo. Apesar disso, ele é, todavia, muito comum neste tipo de percursos...

A negação da política

A negação da política

28 de Maio, 2014

A história do homem tem sempre sido a da sua luta pela liberdade contra o estado e contra o poder público, e não a da negação da política.

Liberdade e legalidade

Liberdade e legalidade

13 de Maio, 2014

O que assinalou, ao longo dos séculos XVIII e XIX, a definitiva transição dos regimes absolutistas para os modelos de inspiração liberal foi, mais do que qualquer outro, o princípio da submissão do...

A perversão da lei

A perversão da lei

27 de Março, 2014

Uma sociedade livre teria mais benefícios num sistema concorrencial de criação de normas jurídicas, do que no sistema monopolista vigente.

Regressar ao liberalismo clássico

Regressar ao liberalismo clássico

25 de Outubro, 2013

I. O liberalismo clássico é uma filosofia sobre a limitação da soberania e do governo e não sobre a extinção do governo. Não...

Só se desilude quem tem ilusões (parte 2)

Só se desilude quem tem ilusões (parte 2)

01 de Novembro, 2011

Existem alguns equívocos e imprecisões sobre o liberalismo clássico, que importa esclarecer. O primeiro deles é sobre o tão vilipendiado «contrato...

Só se ilude quem tem ilusões (parte 1)

Só se ilude quem tem ilusões (parte 1)

31 de Outubro, 2011

Li recentemente um artigo intitulado The Reluctant Anarchist, da autoria do célebre Joe Sobran, publicado no final de 2002 no Sobran´s, um site pessoal do autor que foi encerrado em 2007, três anos...